sexta-feira, 3 de agosto de 2012

OBJECTIVOS DO MILÉNIO (1)



Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio surgem da Declaração do Milénio das Nações Unidas, adoptada por 191 estados membros no dia 8 de Setembro de 2000.

Irei dissertar um pouco sobre o 1º objectivo:


1º – Erradicar a pobreza extrema e a fome

1.200.000.000 – mil e duzentos milhões – de pessoas sobrevivem com menos do que o equivalente a US$1,00 por dia (este valor é calculado em analogia com o poder de compra de cada moeda nacional).
Esta situação já tinha começado a mudar em pelo menos 43 países, cujos povos somam 60% da população mundial. Nesses países havia avanços no sentido da meta a atingir em 2015: "reduzir para metade o número de pessoas que ganham quase nada e que, por falta de oportunidades como emprego ou outros rendimentos, não consomem e passam fome".


As perguntas que me ocorrem fazer são:

a) - Esta crise económica e financeira, provocada pelo grande capital, não terá já reduzido as espectativas dessas populações…?
b) – Não estará a aumentar, nos países até há bem pouco tempo considerados desenvolvidos, o número de pessoas que sobrevivem com menos do que o equivalente a US$1,00 por dia…?
c) – Não estarão os mais ricos do mundo, que têm fortunas depositadas em paraísos fiscais correspondente ao valor do PIB norte-americano e japonês juntos, a querer o mundo só para eles, servidos por 7.000.000.000 de escravos (população do mundo)…? (ver fonte)
d) – E o nosso governo: serve o povo que o elegeu ou serve o grande capital que nos domina…?
e) – E a Europa, a Alemanha, os EUA, a China, a Rússia, etc.…?

1 comentário:

Miguel Loureiro disse...

Os países dão algum para sustentar a pobreza! E a ONU cria grupos de trabalho e faz relatórios, propõe medidas e nada...